Orientação Profissional

A escolha da profissão. Como fazer?

Chegou a hora de escolher a sua carreira? Então, preste bem atenção: a ela você dedicará, no mínimo, 76.800 horas nos próximos 40 anos. Uma decisão tão importante, não pode ser tomada no escuro.

Cerca de 40% das pessoas matriculadas nas universidades federais e estaduais, que são as mais disputadas do país, abandonam o curso antes do fim. Essas desistências acontecem por vários motivos. A maioria toma a decisão muito cedo, sem qualquer tipo de orientação vocacional. Escolhem determinadas carreiras, muitas vezes, por moda, vontade de satisfazer o desejo dos pais, retorno financeiro, sucesso e/ou status.

No entanto, uma carreira bem sucedida envolve muito mais. Envolve talento, vocação, dedicação e investimento. Por isso, você precisa planejar com calma e pensar passo a passo no seu futuro profissional. No “momento da decisão”, três pontos são fundamentais e devem ser observados com muito cuidado:

1. Autoconhecimento.
2. Informações sobre a profissão.
3. Mercado de trabalho.

A Orientação Profissional/Vocacional serve para se ter um direcionamento sobre o campo profissional a ser seguido, mas também como uma oportunidade de autoconhecimento, de alinhamento entre habilidades, características pessoais e profissão, do sentido/significado do trabalho, da relação carreira/trabalho e projeto de vida.

Na Orientação Profissional/Vocacional você encontra auxílio para a escolha ou a redefinição da profissão ou carreira. Neste processo está envolvida a compreensão de aspectos pessoais, familiares e sociais que influenciam na escolha, assim como a exposição de dúvidas, medos e idealizações sobre a profissão e o mundo do trabalho.

O programa de Orientação Profissional/Vocacional objetiva conhecer:

• Competências;
• Habilidades sociais;
• Habilidades cognitivas;
• Interesses profissionais e gerais;
• Perfil de personalidade;
• Autoconceito;
• Vida escolar, familiar e social;
• As profissões e o mercado de trabalho;
• Prospecções e projeto de vida;
• Escolha baseada em evidências.

Com a participação ativa do(a) orientando(a) e a utilização de instrumentos de avaliação psicológica, profissional/vocacional, entrevistas, atividades exploratórias e observações clínicas, o processo de Orientação Profissional/Vocacional irá auxiliar na identificação do melhor caminho a ser seguido.

Desejo marcar uma consulta