Habilidades cognitivas

Habilidades cognitivas

Possuímos diversos tipos de habilidades responsáveis por nossa forma de lidar com as coisas. Termos como “cognição”, “concentração”, “memória”, “criatividade”, entre outros. O Ciências e Cognição traduziu de forma didática alguns desses termos ou habilidades. Obs: Os itens Funções executivas e Atenção foram acrescentados a partir de Malloy-Diniz et al, 2008.

Agilidade Mental – Capacidade de utilizar a informação recebida, mudar o pensamento e ajustar o comportamento para se adequar às necessidades do ambiente de forma rápida, flexível e precisa. Usamos para a rápida resolução de problemas que surgem no cotidiano.

Concentração – Capacidade da mente para chamar, de forma voluntária, a atenção em um alvo ou tarefa, independentemente de qualquer interferência ou distração. A concentração é essencial para a aprendizagem, realização de ações e implementação de estratégias, ou seja, para tudo o que fazemos todos os dias em nossas vidas.

Coordenação – Capacidade psicomotora do corpo para usar um conjunto de músculos na realização de determinadas ações. Afeta a velocidade e a qualidade da aprendizagem dos processos, técnicas e habilidades específicas necessárias nas vidas escolar e profissional das pessoas.

Memória – Capacidade mental que permite o registro, armazenamento e recuperação de experiências, ideias, imagens, eventos e sentimentos. A memória é o processo básico para que haja aprendizagem e é essencial para o bom funcionamento dos seres humanos.

Cognição – Operações de pensamento que permitem a propriedade individual do conteúdo, e assim, integrar as informações adquiridas através dos sentidos, em uma estrutura de conhecimento. As habilidades cognitivas são: observação, percepção, análise, sistematização, representação, armazenamento, interpretação e avaliação.

Criatividade – Capacidade de produzir coisas ou ideias novas, originais e úteis, permitindo resolver problemas de maneiras diferentes, facilitando a adaptação da pessoa a qualquer situação. Atualmente, tanto no campo profissional quanto no pessoal, pessoas criativas são muito valorizadas.

Estratégia – Processo de raciocínio sobre os problemas para atingir um objetivo através de sua solução. O pensamento estratégico permite que uma pessoa a escolher os problemas a resolver, resolvê-los de forma eficaz e eficiente, e ainda ser inovadora no processo de realização de um objetivo.

Solução de problemas – É a capacidade de formular novas respostas para problemas que não podem ser resolvidos com a aplicação das regras anteriormente aprendidas. A resolução de problemas é uma habilidade que parte da razão e, portanto, consiste em reconhecer o problema, discriminar os fatos significativos relacionados ao problema, formular e avaliar possíveis soluções.

Motricidade – É a capacidade humana de gerar movimento próprio, através da coordenação e da sincronização entre todas as estruturas envolvidas no movimento. Deste modo, abrange todos os processos e as funções do corpo e mente ou controle psiquíco que cada movimento traz como consequência de sua realização.

Linguagem – Funções mentais específicas necessárias para produzir mensagens através da linguagem oral, escrita, sinais ou qualquer outra forma de linguagem. A linguagem é o meio de expressão e comunicação que os seres humanos têm, e, portanto, é essencial para manter os relacionamentos dentro de um ambiente social.

Vocabulário – É o conjunto de palavras que fazem parte de um idioma específico, conhecido, compreendido e utilizado por uma pessoa. O vocabulário é a base de qualquer tipo de linguagem, portanto, a aquisição de vocabulário facilita a expressão e comunicação de uma pessoa com outras pessoas, incentivando a interação e socialização dos mesmos.

Lógica – O pensamento lógico é usado para analisar, discutir, resolver e justificar o raciocínio. Caracteriza-se por ser preciso, racional, sequencial, analítico, sempre com base em fatos e regras para encontrar o sentido das coisas.

Matemática – Capacidade de usar os números de forma eficaz e de raciocinar corretamente através do pensamento lógico. Através de matemática sabemos quantidades, valores, estruturas, espaço e trocas. Hoje, é utilizada em todo o mundo como uma ferramenta essencial para áreas como ciências naturais, engenharia, medicina, ciências sociais e até mesmo música.

Percepção Visual – Processo cognitivo de receber e interpretar as informações recebidas por um estímulo visual. O olho e o cérebro compreendem, analisam, organizam e colocam o estímulo recebido em categorias mentais a partir de sua figura, fundo, tamanho, cor, contraste, contorno, simetria, localização.

Geometria – O pensamento geométrico é uma forma de raciocínio matemático que é baseada no conhecimento do espaço físico tridimensional. Inclui o conhecimento de formas geométricas e formas, bem como as habilidades de visão espacial, representação espacial e imaginação espacial.

Localização Espacial – Processo psicomotor por qual a pessoa situa objetos ou a si mesma dentro do espaço, permitindo se relacione adequadamente com o ambiente circundante. A localização espacial é fundamental para a vida humana, sendo a base para a manipulação de objetos com precisão, se mover no espaço e manter a direcionalidade.

Pensamento Crítico – O pensamento crítico é analisar e avaliar a consistência dos raciocínios, especialmente aqueles que as pessoas aceitam como verdade na vida cotidiana. Esta avaliação pode ser realizada através da observação, da experiência, do raciocínio ou do método científico, portanto, requer clareza, precisão, imparcialidade e provas, e evita impressões subjetivas.

Funções Executivas – As funções executivas correspondem a um conjunto de habilidades que, de forma integrada, permitem ao indivíduo direcionar comportamentos a metas, avaliar a eficiência e a adequação desses comportamentos, abandonar estratégias ineficazes em prol de outras mais eficientes e, desse modo, resolver problemas imediatos, de médio e de longo prazo. [Malloy-Diniz et al, 2008]

Atenção – As habilidades relacionadas ao constructo da atenção envolvem a concentração, o esforço mental, a manutenção do estado de observação ou alerta e a capacidade de focalizar, ignorar estímulos distratores ou irrelevantes e modificar o alvo da atenção quando necessário. Envolve diferentes componentes como: atenção focalizada; atenção sustentada; atenção seletiva; atenção alternada. [Malloy-Diniz et al, 2008]

Fonte: Ciências e Cognição
Tags: